LEI N. 1596, de 02 de JUNHO de 2005 CRIA CAMPANHA PARA ARRECADAÇÃO DE LIVROS E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS.

LEI N. 1596, de 02 de JUNHO de 2005
CRIA CAMPANHA PARA
ARRECADAÇÃO DE LIVROS
E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS.
A Câmara Municipal de Poço Fundo, no uso de suas
atribuições legais aprova a seguinte lei:
Art.1º Fica criada no âmbito do Município de Poço
fundo, em caráter permanente, a campanha para arrecadação de livros,
através de doação, a serem destinados à Biblioteca Municipal.
Art.2º Os livros doados serão encaminhados
diretamente à Biblioteca Municipal, a Secretaria Municipal de Educação
ou ainda na Câmara Municipal de Poço Fundo.
Art.3º A Biblioteca Municipal ao receber doação de
livros na forma desta Lei comunicará o fato, através de ofício à Câmara
Municipal de Poço Fundo, mencionando nome, endereço e telefone do
doador para conhecimento e providências da Secretaria Geral do Poder
Legislativo e efeitos do disposto do art. 4º desta Lei.
Art. 4º Será concedido um ofício de reconhecimento,
através da Mesa Diretora da Câmara Municipal de Poço Fundo, a cada
doador de livro, bem como aos meios de comunicação que se integrem à
divulgação da campanha.
Art. 5º Esta lei entra em vigor na data de sua
publicação.
Registre-se, Publique-se e Cumpra-se
Sala de Sessões da Câmara Municipal, 25 de maio de 2005.
Walkiria Corrêa de Morais
Autora do projeto
CÂMARA MUNICIPAL POÇO FUNDO
Estado de Minas Gerais
Rua Mário Paulino da Costa, 46. Bairro Nova Gimirim,
Fone (035)3283-2550 email camarapf@mgol.com.br
JUSTIFICATIVA:
A leitura é extremamente fecunda, pois exige que o leitor defenda esta ou
aquela opinião, e que enfrente as conseqüências de tal atitude. Essa dinâmica, além
de despertar uma potencialidade crítica, acaba por ressaltar as diferenças entre os
leitores. A visão crítica, é a primeira manifestação que temos ao nível de cidadania.
Não seria exagerado, pois, afirmar que esse exercício reforça concretamente a idéia
de uma democracia da leitura na comunidade.
Há exigência social, para que todos tenham acesso mínimo ao ato de ler, sem
qualquer distinção, esse projeto visa que a expansão da cultura em nosso município,
uma vez que a doação aumentará a diversidade de livros em nossa biblioteca,
permitindo, assim, que estudantes e demais leitores tenham acesso a opiniões, que
por vezes é divergente, de vários autores e, como dizia Monteiro Lobato, “Um país
se faz com homens e livros “.