VIABILIZANDO PARCERIAS

Na tarde desta segunda-feira (15), os vereadores Glauco Ferreira (presidente da Câmara), Francisco Tobias Martins Júnior (Amaral), João Adair de Carvalho (Dário Fernandes), Edésio Vasconcellos, José Osmar Santana (Sargento Santana) e Rosevaldo de Araújo (Vado) estiveram no Hospital de Gimirim, onde se reuniram com os membros da entidade para acertar detalhes sobre um possível repasse financeiro que a Casa Legislativa pretende fazer à unidade de saúde.

No encontro, os edis informaram aos representantes que a intenção de auxiliar a instituição com um repasse de parte do orçamento da Câmara para sanar as dívidas contraídas em gestões anteriores será colocada em prática.

No entanto, para que isso aconteça, é necessário um aval do prefeito Renato de Oliveira. “Para que vocês entendam mais fácil, o que podemos fazer é o seguinte: ainda não sabemos, com exatidão, os valores que vão sobrar do montante recebido esse ano. Ao fim de 2019, o dinheiro que ficar em caixa deve ser devolvido ao Executivo. Porém, como sabemos da situação delicada em que a instituição se encontra, propusemos que uma parte dele seja encaminhada ao Hospital de Gimirim, pois, assim, estaremos ajudando a população poço-fundense a receber um tratamento digno. Esperamos que o prefeito também pense assim e nos ajude nesse ideal. Sabemos que, a partir do momento em que devolvemos o dinheiro ao Executivo, o gestor pode fazer o que bem entender com ele. Mas queremos conversar e pedir pra que ele assuma o compromisso de repassar à unidade de saúde aquilo que vamos propor”, disse Amaral.

Já o presidente da Casa, acrescentou outras informações no discurso do colega e reforçou a necessidade do repasse. “Hoje, temos um caixa estimado para até o fim do ano. Mas, o que muita gente não sabe é que temos grandes demandas a serem feitas. Uma delas é a reforma do prédio da Câmara, construído em 2005 e que nunca passou por reforma. Devido a diversas infiltrações existentes em sua base, fatos constatados por dois engenheiros, precisamos urgentemente fazer alguma coisa, pois é nosso dever conservar o patrimônio público. Por outro lado, também devemos zelar pelo bem da população, e isso envolve a saúde. Sendo assim, pretendemos fazer as duas coisas: cuidar do que é do povo é contribuir pela melhoria da saúde e do nosso hospital. O que estiver ao nosso alcance será feito. Podem acreditar!”.

Por sua vez, o novo provedor do Hospital de Gimirim, Leonardo de Carvalho enfatizou que toda ajuda sempre será bem vinda e que essa atitude tomada pelos vereadores será de grande valia para tirar a unidade de saúde da situação crítica financeira em que se encontra. “Consideramos toda ação em prol do hospital válida. Sabemos o quanto é difícil manter uma instituição desse porte, e foi com esse intuito que assumimos o compromisso de tomar a frente dela, a fim de reestabilizá-la e reerguê-la, entregando ao poço de Poço Fundo um novo trabalho, pautado pela ética e transparência. Estamos recebendo muito apoio da sociedade, de empresas locais e de colaboradores, que não têm medido esforços para nos ajudar a sair dessa situação. E esta atitude tomada pelos representantes da Câmara de Vereadores exemplifica bem esse espírito de luta que assumimos. Desejo que essa ideia do repasse seja aprovada, pois, assim, teremos mais um auxílio para chegarmos ao nosso objetivo, que é o de devolver o nosso hospital, sem dívidas ou outros tipos de problemas, à população”.

Agora, os representantes do Hospital de Gimirim vão se reunir, ainda esta semana, com o prefeito Renato de Oliveira para definir outros detalhes sobre a possível ajuda financeira.

Enquanto isso, os vereadores aguardam um parecer do chefe do Executivo para saber se se farão o repasse integral à Administração, com a meta de encaminha-lo à unidade de saúde. Ou se, em caso de respostas negativas da Prefeitura, adotarão outras estratégias para alcançarem o objetivo que desejam.

Author: Câmara Municipal